Crítica | ‘Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas’ ri de si mesmo e acerta no tom

Em uma época em que os maiores lançamentos do cinema são filmes de super-heróis, não são poucas as estreias que são aguardadas por grande parte do público no gênero, tanto pela toda poderosa Marvel, quanto pela DC que, com alguns erros e acertos, tem feito constantes mudanças no seu universo cinematográfico de heróis. E em meio a tantas estreias aguardadíssimas, a Warner/DC lança quase que discretamente o filme Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas, adaptação do desenho exibido na TV desde 2013.

Na animação, Robin, Mutano, Ravena, Ciborgue e Estelar, ao notarem que os super-heróis estão cada vez mais ganhando filmes no cinema, resolvem ir atrás de ganhar seu próprio filme e decidem que a melhor maneira de resolver isso é tendo seu próprio arqui-inimigo e passam a confrontar o vilão Slade.

O longa, que leva toda a sua trama de uma maneira cômica, é carregado de referências de cultura pop e em sua maioria sobre os próprios filmes de heróis no cinema. Fazendo piadas não só com os erros da própria DC, mas até com o universo Marvel.

A dublagem nacional fica por conta das já conhecidas vozes de Manolo Rey no papel de Robin, Charles Emmanuel como Mutano, Mariana Torres como Ravena, Eduardo Borgerth Neto como Ciborgue e Luiza Palomanes no papel de Estelar, esses que fazem as vozes dos personagens desde a primeira animação, lançada em 2003. Além deles, a dublagem nacional traz vozes conhecidas pelos fãs da DC, como a de Guilherme Briggs, o clássico dublador do Super-Man em todas as suas aparições (inclusive nas versões dubladas dos filmes live action da DC).

Apesar da animação ter como público alvo o público infantil, inclusive com vários momentos musicais, a comédia consegue agradar também aos adultos. Enquanto ela consegue entreter as crianças com um bom ritmo de ação, uma quantidade razoável de números musicais e um ritmo rápido em sua narrativa, o público adulto consegue se divertir não só com as paródias e piadas com o universo DC, mas com as de duplo sentido, se assemelhando bastante nesse sentido ao ótimo Uma Aventura Lego. Inclusive, até os fãs dos Titãs que não gostaram muito desse novo estilo de animação dos heróis, teve um espaço no filme.

A questão é que mesmo com toda o cuidado cinematográfico, o filme ainda passa a sensação de ser um episódio longo da animação já exibida na TV. O que pode ser um ponto positivo para os fãs da animação, mas um fator negativo para quem estava esperando ver algo a mais além do que é exibido nos  episódios. Mesmo com o estilo abobalhado dos heróis, Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas diverte por meio de autocrítica e paródias extremamente bem-feitas e despretensiosas.

JOVENS TITÃS EM AÇÃO! NOS CINEMAS
4

Resumo

Rindo de si mesmo e agradando aos adultos e também crianças, Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas é um acerto da DC nos cinemas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Paulista, jornalista em formação, gamer e viciado em filmes e séries. Acredita que boas histórias nos ajudam a conhecer não só a maneira que a sociedade funciona, mas a conhecer a nós mesmos.