Luc Besson é acusado de assédio sexual por outras mulheres

Segundo informações do site francês Mediapart, mais uma mulher acusou o diretor francês Luc Besson de agressão sexual. Uma diretora de elenco de 49 anos afirmou que foi agredida por pelo diretor e ofereceu denúncia ao Ministério Público de Paris.

Diretor de filmes como Valerian e a Cidade dos Mil PlanetasLucyO Quinto ElementoO Profissional, o cineasta francês também foi acusado de exigir favores sexuais da mulher que o acusou, no set de gravações. A diretora de elenco também disse ter sido abusada pelo diretor toda vez que pegava o elevador com ele.

Outras três mulheres disseram à Mediapart que Besson teve um comportamento inadequado com elas, tentando tocá-las e beijá-las a força. Uma das mulheres teria saído correndo de um quarto de hotel. Outra mulher seria funcionária da empresa do diretor, a EuropaCorp, que enfrenta sérios problemas financeiros depois do fracasso comercial de Valerian.

O advogado do diretor, Thierry Marembert, classificou as denúncias como “acusações fantasiosas”. Em comunicado à AFP na terça-feira, os assessores do diretor disseram que Besson “nega categoricamente qualquer tipo de comportamento inadequado ou repreensível”, acrescentando que “o sr. Besson está guardando suas respostas para os investigadores para que sua inocência possa ser provada”.

As denúncias surgiram dois meses após uma jovem atriz ter alegado que Luc Besson a drogou e estuprou. Posteriormente, os exames toxicológicos deram negarivo, enfraquecendo a narrativa da atriz. A polícia francesa está investigando o caso.

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...