Elenco de Breaking Bad se reúne para celebrar os 10 anos da série

Bem-vindos de volta a Albuquerque! Os membros do elenco de Breaking Bad se reuniram na edição desta semana da Entertainemet Weekly, para celebrar os 10 anos de uma das maiores séries de todos os tempos. Exibida de 2008 a 2013 pelo canal norte-americano AMC, a série criada por Vince Gilligan conquistou diversos prêmios, como o Globo de Ouro (2), e o Emmy (16 ).

A edição inclui uma entrevista com Gilligan e os protagonistas Bryan Cranston (Walter White) e Aaron Paul (Jesse Pinkman). Além disso, as estrelas Bob Odenkirk (Saul Goodman), Anna Gunn (Skyler), Dean Norris (Hank Schrader), Betsy Brandt (Marie Schrader), Giancarlo Esposito (Gus Fring), Jonathan Banks (Mike) e RJ Mitte (Walter Jr.) revisitaram os desafios que encontraram ao interpretar estes personagens.

Confira as imagens na galeria:

Bryan Cranston foi o responsável por encarnar Walter White, que já é considerado um dos personagens mais icônicos da história da televisão. Durante a entrevista, Cranston falou do caráter surpreendente que a história teve. “Foi o melhor roteiro que eu já li, mas em nenhum lugar do roteiro do piloto se imagina qual vai ser a jornada ou o quão longe ela está indo. Ele só vai brincar um pouquinho e depois sair, ou o quê?”, disse o ator.

Sobre as mudanças que o personagem sofre ao longo da série, Cranston ressaltou o quão diferente Walter White era e comparou com outros protagonistas de televisão. “Quando Vince Gilligan me disse que queria mudar esse personagem de bom para ruim, percebemos que isso nunca tinha acontecido antes. Então, o que Gilligan fez foi mudar a construção do que era possível nas séries de televisão. Ele mudou isso. Antes era tudo sobre estase. Se você é Thomas Magnum (Magnum, PI) ou Archie Bunker (All in The Family) ou Ross e Rachel (Friends), você é essas pessoas – ou Tony Soprano (Família Soprano) – você é essa pessoa e está reagindo a estímulos diferentes. Mas isso (Breaking Bad) era completamente diferente. E ele deu a cada um de nós nossa individualidade.”

Responsável por interpretar outro personagem marcante na série, Aaron Paul falou sobre o caráter multidimensional dos personagens de Breaking Bad. “Nós todos tivemos a sorte de interpretar personagens no show, onde não foi apenas uma cor, um tom, ao longo de toda a série.”

Paul também afirmou não ter tido a mínima noção dos rumos que a série iria tomar no futuro, em especial, para Jesse Pinkman. “Todos nós tínhamos esses arcos maravilhosamente complexos que não sabíamos para onde nossos personagens estavam indo. E Jesse, eu realmente amo muito esse garoto, mas quando eu li o roteiro pela primeira vez, eu não tinha ideia de onde ele estava indo. Quero dizer, ele deveria morrer no final da primeira temporada. Vince não sabia onde ele estava indo, os escritores não sabiam para onde ele estava indo. Mas aonde eles o levaram foi apenas uma luta tão brutal – essa jornada que ele continuou, que todos nós fomos – foi incrível”.

Aaron Paul, Jesse Pinkman em “Breaking Bad”

Bob Odenkirk, que atualmente é o protagonista do bem sucedido spin-off Better Call Saul, falou sobre a oportunidade de dar ao personagem Saul Goodman um novo desenvolvimento no prequel da história, ainda como Jimmy McGill. “A história ainda continua para mim”, diz Odenkirk. “Você Só viu uma dimensão dele (Saul Goodman) em Breaking Bad…esta tem sido uma jornada enorme, onde eu posso me relacionar com os muitos lados que eles trouxeram para esse personagem, neste segundo show.”

O criador da série, Vince Gilligan, falou sobre a sua vontade de criar uma série que iria subverter totalmente o caráter de um protagonista, além dos desafios que isso iria impor. Ele também afirmou não ter tido a pretensão de impor um caráter inovador com sua criação. “Sendo estudante de televisão, percebi que na maioria dos programas de televisão, os personagens mantiveram suas características ao longo de suas vidas nas séries. Eles realmente não mudaram. Eu estava com muita vontade de criar uma série onde o personagem principal mudou. Eu não necessariamente pensei nisso em termos de ser inovador. Eu me preocupei principalmente porque era diferente da estrutura de um programa de televisão, que seria contra ela e que dificultaria a sua realização”.

Vince Gilligan, o criador de “Breaking Bad”.

RJ Mitte, que interpretou Walter Jr., destacou o impacto positivo em interpretar um personagem deficiente em uma série com tamanho impacto cultural. “Foi muito bom ter um personagem com deficiência na televisão. Desde Breaking Bad , tenho trabalhado com inúmeras organizações de caridade e a Divisão de Diversidade da SAG-AFTRA. E isso realmente ajudou a abrir a porta para muitas pessoas na comunidade de pessoas com deficiência, com oportunidades iguais de emprego, porque Walt Jr. era representado como um personagem, e não como um personagem com deficiência. E foi uma daquelas experiências surreais”.

Recentemente, foi divulgado o primeiro teaser (clique aqui) da quarta temporada de Better Call Saul, que irá introduzir um novo personagem do universo de Breaking Bad (clique aqui), de acordo com Vince Gilligan, co-criador do spin-off.

Na série estrelada por Bob Odenkirk, que reprisa seu papel como Saul Goodman, ainda como Jimmy McGill, Giancarlo Esposito e Jonathan Banks reprisam seus papéis como Gus Fring e Mike Ehrmantraut. Outros personagens do universo de Breaking Bad já apareceram na série, como Hector Salamanca (Mark Margolis) e Tuco Salamanca (Raymond Cruz).

A quarta temporada de Better Call Saul estreia em 6 de agosto.

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...