James Franco sobre acusações de assédio: “se eu fiz algo errado, eu vou corrigir”; entenda o caso

Após conquistar o Globo de Ouro de Melhor Ator em Comédia ou Musical no último domingo e ser acusado de assédio sexual no dia seguinte, James Franco esteve ontem a noite no The Late Show, apresentado por Stephen Colbert na CBS. O ator e diretor de Artista do Desastre falou sobre o caso e disse que as recentes acusações “são imprecisas”.

Na última segunda-feira, as atrizes Violet PaleySarah Tither-Kaplan postaram mensagens sobre a participação do ator no Globo de Ouro e o seu apoio ao Time´s Up. O movimento foi criado para que artistas se manifestem contra o assédio em Hollywood. Veja:

“Broche fofo do #TIMESUP, James Franco. Lembra da vez em que você abaixou a minha cabeça no carro em direção ao seu pênis exposto e da outra vez em que você chamou uma amiga minha para ir para o hotel quando ela tinha 17 anos? Depois que você já tinha sido pego fazendo isso com outra garota de 17 anos de idade?”

“Ei, James Franco, legal o broche do #timesup no #GlobodeOuro, lembra quando, algumas semanas atrás, você me disse que o nu total você me levou a fazer em dois dos seus filmes por US$ 100 por dia não era exploração porque eu assinei um contrato? Times up para isso!”.

James Franco ao lado do irmão Dave Franco no Globo de Ouro 2018

Sarah aparece creditada no IMDB em três produções com a participação de Franco. Uma delas é uma web-série que o ator desenvolveu para o portal AOL , chamada Making A Scene With James Franco, onde ele convida artistas para discutir cenas de filmes e recriá-las de um jeito peculiar. Eles contracenam juntos, inclusive.

As outras duas produções são a adaptação cinematográfica de um romance escrito por Franco, Actors Anonymous, onde ele apenas atua, e o drama The Long Home – dirigido e protagonizado pelo ator – previsto para estrear em 2018.

A atriz do clássico cult Clube dos Cinco Ally Sheedy também publicou mensagens contra James Franco em sua conta no Twitter. Posteriormente, os tweets foram apagados. “James Franco acaba de ganhar. Por favor, nunca me perguntem por que eu deixei a indústria de cinema/TV“. De acordo com o site Vulture, que chegou a publicar a mensagem, Franco dirigiu Sheedy em 2014 numa peça exibida no circuito Off-Broadway.

Sarah Tither-Kaplan e James Franco em “Making A Scene With James Franco” . Fonte: IMDB

James Franco se pronuncia

Durante o The Late Show With Stephen Colbert, Franco afirmou não ter lido as mensagens: “Havia algumas coisas no Twitter, eu não as li. Mas ouvi falar sobre elas. Não tenho ideia do que fiz com Ally Sheedy. Eu não tive mais do que ótimos momentos com ela. Tenho total respeito por ela. Não sei porque ela está chateada. Ela apagou o tweet e eu não posso falar por ela”.

Sobre as outras acusações, Franco não mencionou as atrizes nominalmente mas disse: “Na minha vida, eu me orgulho de assumir a responsabilidade por coisas que eu fiz. Eu tenho que fazer isso para manter meu bem-estar. Eu faço isso sempre que eu sei que há algo errado que precisa ser resolvido. Eu faço questão de fazer isso (mudar). As coisas que eu ouvi estavam no Twitter não são precisas, mas eu apoio completamente as pessoas podendo ter uma voz porque não tinham voz há tanto tempo. Não quero refutá-las de maneira alguma, eu acho que é uma coisa boa e eu apoio isso”.

Ainda sem negar ou afirmar nada, Franco acrescentou: “Eu não posso viver se há restituições a serem feitas. Se eu fiz algo errado, eu vou corrigir. Eu tenho que fazer isso. Eu não sei o que mais poderia fazer. Em relação a questão maior sobre como fazer isso, eu não tenho respostas. Acho que o ponto central disto é que nós devemos ouvir. Estou aqui para ouvir e mudar minha perspectiva onde ela está errada. Estou completamente disposto e quero fazer isso”. 

Assista ao vídeo:

Na terça-feira, o New York Times cancelou um evento que faria nesta quarta-feira com James e seu irmão, Dave Franco, para discutir o filme Artista do Desastre. Em um comunicado feito à Variety, a “controvérsia em torno de recentes alegações” foram o motivo para o cancelamento.


Clique aqui e curta a Quarta Parede no Facebook

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...