Empresa de Segurança descobre 1,4 bilhão de senhas roubadas na internet, incluindo Netflix

A empresa de segurança digital 4iQ encontrou mais de 1,4 bilhão de logins e senhas roubadas na dark web. As informações incluem dados de acesso de diferentes sites, como LinkedIn, MySpace, Netflix, YouPorn, Minecraft, Runescape, Pastebin, Last.FM, Zoosk, Badoo, RedBox, Anti Public e Exploit.in, além de carteiras da moeda virtual bitcoin.

Um arquivo de 41GB com informações como nomes de usuário, emails e senhas está disponível na dark web e em plataformas de compartilhamento de torrent. Eles estão organizados e estruturados por ordem alfabética para facilitar as buscas. Segundo os pesquisadores, essa é a maior base de dados roubados já encontrada na dark web.

Nenhuma das senhas estava criptografada e a maior parte delas foram testadas e classificadas como verdadeiras. Para saber se seu login foi comprometido, o site Have I Been Pwned permite realizar uma busca sobre a situação de sua senha. Trocá-la, no entanto, não seria má ideia. Clique aqui e confira se a sua senha foi exposta.

O arquivo foi encontrado pela 4iQ no último dia 5 e foi atualizado pela última vez no dia 29 de novembro. O número total de dados encontrados foi 1.400.553.869. O maior vazamento registrado até então havia sido de 797 milhões de senhas do Exploit.in, número que representa “apenas” a metade do vazamento atual.

A dark web reúne sites hospedados em redes anônimas e que necessitam de programas especiais para serem acessados. Eles não podem ser encontrados em mecanismos de buscas usados na internet comum, como o Google. Aos leigos, é recomendável não se aventurar.


 Clique aqui e curta a Quarta Parede no Facebook

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...