Grande Prêmio do Cinema Brasileiro | ‘Elis’ e ‘Aquarius’ se destacam em premiação

Foi realizada nesta terça, 05, a 16ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A maior premiação do cinema nacional aconteceu no Theatro Municipal e premiou os profissionais e filmes lançados comercialmente em 2016. O Prêmio é realizado pela Academia Brasileira de Cinema. Dirigida por Bia Lessa, a cerimônia também homenageou os veteranos Antonio Pitanga e Helena Ignez

Uma das características da premiação é que os filmes elegíveis estiveram em cartaz em 2016. Com todos esses longas fora do circuito brasileiro e a premiação acontecendo somente no segundo semestre, muitas dessas produções acabam sendo até esquecidas pelo público, assim como a própria premiação, que com o advento do cinema nacional nos últimos anos, poderia – e deveria – ter uma relevância maior.

Embora não tenha levado o prêmio de melhor filme, que ficou com Aquarius, o drama Elis faturou 9 prêmios, dando a vitória também a Andréia Horta, que interpretou Elis Regina no longa.

Andréia Horta foi premiada como melhor atriz por “Elis”

Veja a lista completa dos vencedores:

MELHOR LONGA METRAGEM DE FICÇÃO
Aquarius – VENCEU

Boi Neon
Elis
Mãe Só Há Uma
Nise – O Coração da Loucura

MELHOR LONGA METRAGEM – DOCUMENTÁRIO
Cícero Dias, o compadre de picasso
Cinema Novo – VENCEU
Curumim
Eu Sou Carlos Imperial
Marias
Menino 23 –Infâncias Perdidas no Brasil –  VENCEU
Quanto Tempo o Tempo Tem

MELHOR LONGA METRAGEM – COMÉDIA
BR716
É Fada!
Minha Mãe é Uma Peça 2
O Roubo da Taça
O Shaolin do Sertão – VENCEU

MELHOR DIREÇÃO
Afonso Poyart, por Mais forte que o mundo – A história de José Aldo
Anna Muylaert, por Mãe só há uma
David Shurmann, por Pequeno segredo
Gabriel Mascaro, por Boi Neon
Kleber Mendonça Filho, por Aquarius – VENCEU

MELHOR ATRIZ
Adriana Esteves (Mundo Cão)
Andréia Horta (Elis) – VENCEU
Gloria Pires (Nise – O Coração da Loucura)
Julia Lemmertz (Pequeno Segredo)
Sonia Braga (Aquarius)
Sophie Charlotte (Reza a Lenda)

MELHOR ATOR
Caio Blat (BR716)
Cauã Reymond (Reza a Lenda)
Chico Diaz (Em Nome da Lei)
Domingos Montagner (Um Namorado Para Minha Mulher)
Juliano Cazarré (Boi Neon) – VENCEU
Lázaro Ramos (Mundo Cão)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Alice Braga (Entre Idas e Vindas)
Andréa Beltrão (Sob Pressão)
Laura Cardoso (De Onde eu te Vejo) – VENCEU
Maeve Jinkings (Aquarius)
Maeve Jinkings (Boi Neon)
Sophie Charlotte (BR716)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Caco Ciocler (Elis)
Dan Stulbach (Meu Amigo Hindu)
Flavio Bauraqui (Nise – O Coração da Loucura) – VENCEU
Gustavo Machado (Elis)
Irandhir Santos (Aquarius)

MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
Adrian Teijido (Elis) – VENCEU
André Horta (Nise – O Coração da Loucura)
Diego Garcia (Boi Neon) – VENCEU
Marcelo Corpani (Reza a lenda)
Mauro Pinheiro Junior (Meu amigo hindu)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Afonso Poyart e Marcelo Rubens Paiva  (Mais Forte que o Mundo – A história de José Aldo)
Anna Muylaert (Mãe só há uma)
Domingos Oliveira (BR716) – VENCEU
Gabriel Mascaro (Boi Neon) – VENCEU
Kleber Mendonça Filho (Aquarius)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Fil Braz e Paulo Gustavo – (Minha Mãe é uma Peça 2) – VENCEU

Hilton Lacerda e Ana Carolina Francisco (Big Jato– VENCEU
Lusa Silvestre e Julia Rezende (Um namorado para minha Mulher)
Neville D’almeida e Michel Melamed (A Frente Tria que a Chuva Traz)
Walter Lima Jr (Através da sombra)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Meu Amigo Hindu
Nise – O Coração da Loucura
Elis – VENCEU
O Shaolin do Sertão
Aquarius

MELHOR FIGURINO
Reza a lenda
Nise – O Coração da Loucura
Elis – VENCEU
Boi Neon
O Shaolin do Sertão

MELHOR MAQUIAGEM
Boi Neon
Elis – VENCEU
Meu Amigo Hindu
O Shaolin do Sertão
Reza a lenda

MELHOR EFEITO VISUAL
Reza a lenda
Aquarius
Elis
Pequeno Segredo – VENCEU
Mais forte que o mundo – A história de José Aldo

MELHOR MONTAGEM – FICÇÃO
Aquarius
Boi Neon
Meu amigo Hindu
Big Jato
Elis – VENCEU

MELHOR MONTAGEM – DOCUMENTÁRIO
Curumim
Geraldinos
Eu sou Carlos Imperial
Cinema Novo – VENCEU
Menino 23 – infâncias perdidas no Brasil

MELHOR SOM
O Shaolin do sertão
Boi Neon
Sinfonia da necrópole
Elis – VENCEU
Aquarius
Reza a Lenda

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
A luneta do Tempo
Pequeno Segredo
Big Jato
Nise – O Coração da Loucura
Elis – VENCEU

MELHOR TRILHA SONORA
O Vendedor de Sonhos
Mate-me por favor
BR716
Aquarius – VENCEU
Mundo Cão

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO
A Chegada – VENCEU
A Garota Dinamarquesa
Animais Noturnos
Elle
O Filho de Saul
Spotlight – Segredos Revelados

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
Cartas
O Caminho dos Gigantes
O Projeto do meu Pai
Quando os Dias Eram Eternos
Tango
Vento
Vida de Boneco – VENCEU

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO
A Morte do Cinema
Abissal
Aqueles Anos de Dezembro
Buscando Helena – VENCEU
Índios no Poder
Orquestra Invisível Let´s Dance

MELHOR CURTA-METRAGEM FICÇÃO
A Moça que Dançou com o Diabo
Constelações
E o Galo Cantou
O Melhor Som do Mundo – VENCEU


Clique aqui e curta nossa página no Facebook

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...