A Torre Negra | Críticos descrevem o filme como ”ruim, genérico e um desastre completo”

Um dos blockbusters mais aguardados no ano não está se saindo bem com a crítica norte-americana. Adaptação da obra literária homônima de Stephen King, A Torre Negra chega aos cinemas brasileiros somente no fim deste mês e estreia amanhã nos Estados Unidos. Por lá, o consenso é de que o filme definitivamente não é bom. “Surpreendentemente ruim, genérico e um desastre completo” são algumas das descrições

Adaptar um universo vasto e já estabelecido que possa agradar as fãs da obra literária, além de conquistar uma nova legião de fãs era o grande desafio da produção. Como qualquer adaptação literária, transpor para as telas em 95 minutos toda mitologia criada por King representava entregar um filme que possa ser minimamente compreendido, mas ao que tudo indica, devido a superficialidade do material isso não aconteceu. Nos agregadores, o filme possui até agora apenas 16% no Rotten Tomatoes e 39 no Metacritic.

Kate Erbland (IndieWire) descreve o filme como  incapaz de apresentar a grandiosidade de sua obra original, além de desperdiçar tempo antes de entregar seus grandes momentos, que envolvem sequências de ação desmedidas e confusas. Owen Gleiberman (Variety) destaca os problemas que a produção enfrentou e classifica o longa como um “vídeo game altamente competente e com uma metafísica paranóica assistível”, com alguns bons efeitos visuais e um impacto emocional próximo do zero.

Mike Ryan (UPROXX) diz em sua crítica que é filme é espantosamente horrível, enquanto que para Angie Han (Mashable) A Torre Negra não é um filme para pessoas que nunca leram os livros mas provavelmente, não é para pessoas que também leram. Dan Callahan (The Wrap) endossa o consenso, definindo o longa como truncado e superficial.

Problemas na produção do filme

Segundo uma reportagem da Variety, o primeiro corte do filme foi considerado ruim e a Sony precisou desembolsar cerca de US$ 6 milhões para realizar refilmagens. A produção ainda sofreu outros problemas como o adiamento de sua estreia, inicialmente marcada para fevereiro. Rumores também apontaram para uma substituição do cineasta dinamarquês Nikolaj Arcel, diretor do filme, fato que não ocorreu.

Se valerá ou não o seu ingresso, só uma ida ao cinema poderá decidir. A experiência individual é o que define, no final das contas, sua avaliação.

Assista ao trailer:

Dirigido por Nikolaj Arcel, A Torre Negra segue um pistoleiro chamado Roland Deschain (Idris Elba) percorre o mundo em busca da famosa Torre Negra, prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma intensa perseguição ao poderoso Homem de Preto (Matthew McConaughey), passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário.

A Torre Negra estreia em 24 de Agosto no Brasil.


Siga a Quarta Parede nas redes sociais: clique aqui e curta a nossa página no Facebook.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...