Robin Wright fala pela primeira vez sobre acusações contra Kevin Spacey

Estrela única da sexta e última temporada de House of Cards, Robin Wright falou pela primeira vez sobre Kevin Spacey, que foi acusado de assédio sexual e, posteriormente, demitido de sua série na Netflix.

Em uma entrevista ao programa Today, da NBC, Robin Wright falou sobre o antigo co-protagonista da série Kevin Spacey. “Éramos colegas de trabalho, nunca socializamos fora do trabalho. Foi um respeitoso relacionamento, profissional. Ele era tão bom comigo. Ele nunca foi desrespeitoso comigo, então essa é a minha experiência pessoal. Essa é a única coisa que sinto que tenho o direito de falar.” disse Wright a jornalista Savannah Guthrie.

Por mais de uma vez, Wright fez questão de afirmar que conhecia apenas o lado profissional do ator, cujo contato acontecia apenas durantes as gravações. “Eu não conhecia o homem. Eu conhecia o incrível artista que ele é”, disse a atriz.

Sobre a descoberta das acusações, Wright afirmou ter sido um choque. “Acho que todos ficamos surpresos, é claro, e entristecidos“, diz ela, ao descobrir as alegações. “Nós seguimos em frente e ficamos muito agradecidos por termos conseguido completar a série como o planejado.

A atriz afirmou não ter contato com Spacey desde que as acusações vieram a tona. “Eu não ouvi falar dele e nem sei como chegar até ele“, disse Wright.

Wright também falou sobre as mudanças em Hollywood desde que o movimento #MeToo começou. A atriz alegou, inclusive, já ter sofrido assédio na indústria. “Quem não sofreu?”, disse a atriz que acrescentou: “Uma vez que você domina alguém, essa pessoa se torna vulnerável. O ano passado trouxe a luz uma nova maneira para nos permitir começar uma nova conversa, então só precisamos mudar o paradigma”.

Kevin Spacey e Robin Wright na quinta temporada de “House of Cards” (Neflix)

A atuação de Kevin Spacey em House of Cards lhe rendeu um Globo de Ouro (2015)  e cinco indicações consecutivas ao Emmy. O ator vencedor do Oscar em 1996 e 2000 também era produtor executivo da tração, onde interpretou Frank Underwood, o marido da personagem Claire Underwood, vivida por Wright, durante cinco temporadas.

A sexta temporada do drama político terá apenas oito episódios, estrelados agora por Robin Wright. Por sua atuação como a Ex-Primeira Dama e agora presidente dos Estados Unidos, ela recebeu cinco indicações ao Emmy e venceu o Globo de Ouro em 2014.

Atualmente, Kevin Spacey está  em uma clínica localizada no estado do Arizona, realizando tratamento para pessoas viciadas em sexo.

Robin Wright na sexta temporada de House Of Cards (Divulgação – Netflix).

A produção da sexta e última temporada de House of Cards havia sido suspensa por tempo indeterminado após as acusações envolvendo Spacey, incluindo membros do elenco. No final de outubro, o ator Anthony Rapp disse que Spacey “tentou seduzi-lo” quando ele tinha apenas 14 anos, em 1986.

A Netflix cortou relações com o ator e desistiu de produzir a cinebiografia de do famoso escritor Gore Vidal, que seria protagonizada por Spacey. Devido aos escândalos, a Sony Pictures e o cineasta Ridley Scott decidiram remover as filmagens de Spacey do longa Todo o Dinheiro do Mundo, que já estava finalizado. O ator foi substituído por Christopher Plummer, que foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante em 2018.

Em março, um primeiro teaser da sexta temporada foi divulgado. “Isto é só o começo”, diz a personagem na prévia. Além de Robin Wright, retornam para o desfecho da série Michael Kelly, Jayne Atkinson, Patricia Clarkson, Constance Zimmer, Derek Cecil, Campbell Scott, Boris McGiverGreg Kinnear e Diane Lane.

Ainda sem data definida, House of Cards retorna este ano na Netflix.

 

 

 

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...