Fahrenheit 451 | Filme protagonizado por Michael B. Jordan estreia sábado (19) na HBO

Estrelado por Michael B. Jordan (Pantera Negra) e Michael Shannon (A Forma da Água), Fahrenheit 451 estreia no sábado, 19 de maio, às 22h, simultaneamente com os Estados Unidos, no canal HBO e na plataforma digital HBO GO. O filme, baseado no livro homônimo escrito pelo autor americano Ray Bradbury, descreve um futuro em que a mídia é só entretenimento, a história é reescrita e “bombeiros” queimam livros.

Jordan interpreta Montag, um jovem bombeiro que abandona o seu mundo após brigar com o seu mentor, Beatty – interpretado por Michael Shannon -, e luta para recuperar a própria humanidade. Sofia Boutella (A Múmia) é Clarisse, uma informante que está entre os interesses competitivos de Montag e Beatty.

O elenco conta ainda com Lilly Singh no papel de Raven, uma jornalista sensacionalista que trabalha com o corpo de bombeiros para difundir a propaganda do regime através da transmissão dos incêndios de  livros.

O filme tem direção e produção executiva de Ramin Bahrani , que escreveu o roteiro com Amir Naderi. Ambos repetem a parceria feita no longa 99 Casas (2014).

O livro Fahrenheit 451

Ambientado em uma cidade indefinida (provavelmente localizada no meio-oeste dos Estados Unidos) em uma época também indefinida no futuro depois de 1960, “Fahrenheit 451” é um romance distópico do escritor norte-americano Ray Bradbury, publicado em 1953. O livro apresenta uma futura sociedade americana onde os livros são proibidos e há “bombeiros” que queimam qualquer exemplar encontrado.

Em uma entrevista no rádio em 1956, Bradbury contou que escreveu “Fahrenheit” devido à sua preocupação na época (durante a era McCarthy) com a ameaça de queima de livros nos Estados Unidos. Nos anos seguintes, ele descreveu o livro como um comentário sobre como a mídia reduz o interesse pela literatura. Um visionário para o seu tempo, Bradbury explorou como os meios de comunicação dirigiriam os pensamentos e as ações do povo, em uma iniciativa que teve repercussão ao longo de muitos anos.

 

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...