Eu, Tonya | Em vídeo inédito, diretor Graig Gillespie elogia dedicação de Margot Robbie

Com três indicações ao Oscar, incluindo Melhor Atriz com Margot Robbie, o filme Eu, Tonya, de Graig Gillespie, chega aos cinemas brasileiros no próximo dia 15. Baseada em fatos, o filme conta a história da patinadora artística Tonya Harding, atleta americana que foi uma das maiores patinadoras no gelo do mundo, mas ficou mais conhecida por ser acusada de planejar um ataque contra sua principal rival, Nancy Kerrigan, durante as Olimpíadas de Inverno de 1984. Em vídeo inédito, o diretor elogia o empenho de Margot Robbie.

Assista ao vídeo:

“Com a Margot foi maravilhoso. Ela foi diligente e treinou cinco dias por semana por cinco meses. Ela e o treinador descobriram o quanto ela podia fazer ela mesma, e me impressionei. Ela ia para o rinque e fazia 30 segundos da rotina. Eu fiquei impressionado por ela conseguir”, comemora Gillespie.

Os efeitos visuais do filme também são tema do vídeo. O diretor criativo Jean Marc Demmer explica os aspectos mais técnicos do filme. “Meu trabalho foi cuidar de todos os efeitos visuais que eram necessários para o filme. Para garantirmos que tudo estava indo bem dentro do orçamento e concluir todos os efeitos visuais que precisávamos para o longa, revela. “Para a substituição de rostos, houve ideias diferentes. Queria que a câmera fosse na mão, com movimento, com liberdade de movimento, indo de algo muito próximo dela para uma cena aberta, onde ela faz diversos tipos de patinação”, completa Demmer.

A parceria entre ele e o diretor do filme também é celebrada. “Em todos os aspectos, essa foi uma experiência abençoada. Porque fizemos as coisas independentemente, tivemos liberdade e controle criativo. E já tenho um histórico com Jean Marc, fazendo comerciais, e foi ótimo. Por isso, quis trazê-lo para equipe. Sabia que o cronograma seria apertado e sabia que ele conseguiria”, afirma Gillespie.

Elogiado pela crítica, o filme teve sua primeira exibição no Festival de Toronto desse ano. Desde então, tem sido indicado a prêmios importantes, incluindo o Oscar, com três indicações – Melhor Atriz (Margot Robbie), Melhor Atriz Coadjuvante (Allison Janney) e Melhor Montagem.

Eu, Tonya é baseado em entrevistas sem ironia, muito contraditórias e totalmente reais com Tonya Harding e Jeff Gillooly.

SINOPSE

Tonya Harding dominava o gelo com perícia sem rivais. Ela dominou as manchetes por algo totalmente diferente. “I, Tonya”, é uma visão as vezes absurda, trágica e hilária de uma mulher no centro do maior escândalo na história do esporte nos Estados Unidos”


Clique aqui e curta a Quarta Parede no Facebook

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...