Prévia de ‘Vingadores: Guerra Infinita’ mostra a grandiosidade de um projeto a longo prazo

A Marvel Studios finalmente liberou o trailer de Vingadores: Guerra Infinita nesta manhã (29). O vídeo possui cerca de dois minutos e meio, o que é suficiente para entendermos que, ao longo de quase dez anos, somente o planejamento feito a longo prazo permitiu que o filme tenha agora um potencial enorme para quebrar recordes de bilheteria estabelecidos pelo próprio estúdio.

Mas não é apenas superando os US$ 1,6 bilhões arrecadados em Os Vingadores (2012) que a Marvel terá um cenário em que possa fazer história. O trailer de Vingadores: Guerra Infinita nos mostra que colocar dezenas de heróis em tela não seria possível sem antes pavimentar um caminho. Com erros e acertos, é bom que se diga. Não podemos negar, afinal, que há tropeços na franquia como O Incrível Hulk (2008), Thor (2011) e Homem de Ferro 3 (2013).

No entanto, há uma regularidade que acompanha esses filmes, vulgarmente chamada de fórmula. Porém, acredito que se trata-se mais de um formato do que uma regra. O que abriu o caminho de forma bastante convincente em Homem de Ferro (2008), trouxe uma aventura épica como Os Vingadores (2012) e também entregou filmes mais sérios como Capitão América 2: O Soldado Invernal (2014), além de aventuras diferentes e filmes inusitados como Os Guardiões da Galáxia (2014) e Thor: Ragnarok, ainda em cartaz nos cinemas.

Foi aprendendo com seus erros e sem pular etapas que a Marvel colocou seus filmes no topo da popularidade e ao mesmo tempo, conseguiu agradar a crítica. Ora inovando, ora mantendo um formato mais seguro, seus filmes estão em um patamar que não fazem tanto sentido se analisados de forma única. O Universo Cinematográfico da Marvel trata-se de um todo, uma grande série cinematográfica que está prestes a atingir o seu ápice durante a Guerra Infinita. É justamente ai que deve vir a grande cereja do bolo.

É necessário destacar também o time criativo por trás da nova produção. A começar pelos diretores Joe e Anthony Russo, que dirigiram Capitão América 2: O Soldado Invernal e Capitão América: Guerra Civil. Os roteiristas em Guerra Infinita serão Christopher Markus e Stephen McFeely, que escreveram os três filmes do Capitão América.  A repetição da parceria também se repete para a direção de fotografia e edição do longa. É claro que estamos falando apenas de um trailer, no entanto, o cenário anima bastante.

Em um filme rodado com tanta tela verde, os efeitos especiais precisam ser convincentes. O vilão precisa ameaçar mas nós precisamos comprar a ideia de que aquilo pode ser de verdade. Em determinado momento vemos uma batalha em campo aberto, de dia, o que mostra a segurança e a coragem de promover um embate em escala épica para que os olhos do público possam captar.

Até o maior ponto fraco dos filmes da Marvel, apontado inclusive por muitos fãs e críticos tem tudo para não ser um problema nesse novo filme. O vilão aqui é O vilão. Há o que temer porque Thanos é uma ameaça real, que vem para trazer destruição e principalmente consequências. O trailer claramente tem um tom mais sombrio, sendo um dos mais sérios dentre os 17 mostrados até agora. Pode até haver um pouco de humor, até porque não se deve esperar um filme da Marvel totalmente sisudo. Mas a seriedade e o senso de urgência devem fazer o público tremer na base de medo porque, depois de tantos anos, nos apegamos a cada um desses personagens. Nada aconteceu de um filme para o outro.

Agora a batalha é pelo universo e se ainda não deu para notar que a coisa ficou séria de verdade, dá uma olhada nesses frames:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ok, foi assim que nós ficamos

Vingadores: Guerra Infinita estreia em 26 de abril de 2018.


Clique aqui e curta a Quarta Parede no Facebook

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...

Deixe seu comentário: