Todo o Dinheiro do Mundo | Escândalos destruirão as chances de Kevin Spacey no Oscar

Segundo uma reportagem da Variety, a Sony Pictures está considerando mudar a data de lançamento de All the Money in the World, bem como o cancelamento de sua estréia no American Film Institute, que aconteceria na próxima semana. O estúdio ainda está decidindo o que fazer em relação a exibição do novo drama dirigido por Ridley Scott, depois que novas acusações de assédio sexual recaíram sobre Kevin Spacey.

De acordo com a reportagem, o longa que estreia em 22 de Dezembro de 2017 poderá ser lançado somente em Junho de 2018. As recentes denúncias feitas por Anthony Rapp contra o ator fizeram a Netflix suspender a produção de House of Cards, em que Spacey é o protagonista. Depois que oito membros da equipe da série apresentaram mais alegações de abuso, a empresa decidiu demiti-lo da produção e excluí-lo de qualquer outro projeto com o qual esteja relacionado, cancelando também a biografia de Gore Vidal, que seria interpretado pelo ator vencedor de dois Oscars.

Até o aparecimento dos escândalos, grandes eram as chances para uma indicação de Kevin Spacey ao prêmio de melhor ator pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Em meio a tantas acusações, o estúdio resolveu suspender a campanha que faria para a indicação do ator que no filme, interpreta de forma irreconhecível o bilionário J. Paul Getty. All the Money in the World mostrará o seqüestro do neto de Getty na Itália e os esforços para resgatá-lo.

Conforme a publicação, há uma divergência quanto ao lançamento do filme na AFI. Enquanto Ridley Scott, que também produz o longa, teria pedido o cancelamento da premiere, outros produtores do filme orçado em US $ 40 milhões acreditam que o estúdio deve manter o planejamento. Também integram o elenco do filme Michelle Williams e Mark Wahlberg. Uma das possíveis soluções para a Sony seria investir em campanha para estes atores. No entanto, ninguém comentou o caso oficialmente.

Michelle Williams e Mark Wahlberg em “All the Money in the World”

Com todas as alegações que estão acontecendo, e sabe-se lá se ainda há mais por vir, é uma cenário muito negativo para qualquer produção associar sua imagem a Kevin Spacey neste momento (ou em qualquer tempo). Será que a Sony terá o mesmo ímpeto e responderá de forma enérgica, como a Netflix fez? É uma tomada de decisão complicada pois envolve milhões de dólares, assim como bancar o planejamento pode representar um prejuízo ainda maior. Veremos em breve.


Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...

Deixe seu comentário: