Jim Carrey sobre interpretar Andy Kaufman: “quando o filme tinha acabado, eu não lembrava mais quem eu era”

Em 1999, Jim Carrey interpretou seu ídolo Andy Kaufman em O Mundo de Andy (Man on The Moon). As cenas bastidores das gravações foram mantidas em segredo por quase 20 anos, até que fosse possível produzir o documentário Jim e Andy. A produção cujo nome original é Jim & Andy: The Great Beyond – The Story of Jim Carrey & Andy Kaufman Featuring a Very Special, Contractually Obligated Mention of Tony Clifton (não é uma piada) estreia em Novembro na Netflix.

O processo criativo de Jim Carrey para personificar o comediante falecido em 1984 foi o mais intenso possível. Em um trecho do trailer divulgado no último dia 19, ele afirma que a Universal não queria que as imagens fossem divulgadas para que as pessoas não o achassem “babaca”. “Quando o filme tinha acabado, eu não lembrava mais quem eu era”, disse o ator.

Jim & AndyThe Great Beyond foi exibido este ano nos Festivais de Veneza e Toronto, sendo definido pelo diretor Chris Smith como “um olhar íntimo e por trás das cenas para a imersão total de um ator em um papel extremamente desafiador”.  Um dos grandes destaques do filme é justamente a intensidade da interpretação de Jim Carrey no papel de Kaufman, o que lhe rendeu um Globo de Ouro de Melhor Ator em Comédia/Musical no ano de 2000. O filme também foi indicado na mesma categoria.

Assista ao trailer:

Jim e Andy estreia em 17 de Novembro na Netflix.


Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...

Deixe seu comentário: