Bio | 10 fatos sobre a carreira de Amy Adams

Em 20 de Agosto de 1974 nascia a talentosa Amy Adams. Com uma carreira de sucesso no cinema há quase duas décadas, nos mais variados tipos de filmes, garimpamos 10 fatos importantes sobre a carreira da ruiva que injustamente, ficou de fora do Oscar 2017. Sem mais delongas, vamos lá:

Italiana

Filha de pais norte-americanos, Amy Adams nasceu em uma base militar dos Estados Unidos, na cidade de Vicenza, na Itália, em 20 de Agosto de 1974. Seu pai era um soldado na época.

Múltiplos Talentos

Amy também é cantora e começou, ainda no Douglas County High School, a entoar suas primeiras músicas. Ela também já atuou como dançarina e no teatro.

Estreia

Sua estreia no cinema aconteceu em 1999, no longa Lindas de Morrer. Ela ainda participou em pequenos papéis de algumas séries de TV, entre elas Jovens BruxasBuffy: A Caça-Vampiros e Smallville.

Amy Adams na série “Smallville” (2001)

DiCaprio

Com maior visibilidade, em 2002 Amy contracenou com Leonardo DiCaprio no ótimo Prenda-me Se For Capaz, dirigido por Steven Spielberg. Na ocasião, ela foi Brenda Strong, par romântico de Leo.

Nomeação

Seu primeiro papel a lhe render uma nomeação de peso foi em 2005, na comédia dramática Retratos de Família (Junebug), interpretando Ashley Johnsten. Por conta do papel, ela acabou sendo indicada para o Oscar, na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante.

Globos de Ouro

Amy já recebeu 7 indicações para o Globo de Ouro. A primeira foi na categoria Melhor Atriz em Filme Musical ou Comédia, pelo seu trabalho em Encantada (2007), da Disney, seu primeiro blockbuster. A seguir vieram novas nomeações em Dúvida (2008), O Vencedor (2010) e O Mestre (2012), todas como Melhor Atriz Coadjuvante – Filme . Ela venceu o prêmio duas vezes consecutivas na categoria de Melhor Atriz em Comédia ou Musical, pelos seus papéis filmes nos filmes Trapaça (2013) e Grandes Olhos (2014), longa dirigido por Tim Burton.

Amy Adams em “Trapaça (2013)”

Cinco vezes indicada pela Academia

A atriz já recebeu cinco nomeações ao Oscar de Melhor atriz por Retratos de Família (2005), Dúvida (2008), O Vencedor (2010) e O Mestre (2012), como Melhor Atriz Coadjuvante; e como Melhor Atriz pelo filme Trapaça (2013). A estatueta, porém, ainda não foi para a estante da ruiva.

Sucessos de Público e Crítica

Além de filmes aclamados pela crítica, como os que lhe renderam inúmeras nomeações, Amy Adams também tem uma carreira com filmes de apelo comercial. Além do já citado Encantada, estão em seu currículo Uma Noite no Museu 2 (2009) e Os Muppets (2011). Ela também é a Lois Lane no Universo Cinematográfico da DC/Warner, tendo interpretado a repórter em dois filmes até agora: O Homem de Aço (2013) e Batman vs Superman: A origem da Justiça (2016).

2016 em alta e sem indicação da Academia

Definitivamente este foi um grande ano para Amy Adams. A atriz emplacou três filmes nas telonas e embora não tenha tido um destaque tão grande em Batman vs Superman, ela brilhou como protagonista de dois grandes filmes: A Chegada, dirigido por Denis Villeneuve, e Animais Noturnos, de Tom Ford. Esperava-se pelo menos uma indicação para o Oscar mas a Academia decidiu esnobar a atriz que deu vida de forma irretocável a linguista Louise Banks, no elogiado longa que  concorreu em oito categorias no Oscar.

Amy Adams em “A Chegada (2016)”

De volta a televisão como protagonista

Em 2018, Amy estará de volta à televisão como protagonista da série Objetos Cortantes, na HBO. Baseada no livro homônimo de Gillian Flynn, autora de”Garota Exemplar”, a produção terá 8 episódios e ainda não é certo se será uma primeira temporada ou minissérie.

É claro que há muito o que falar sobre a carreira da atriz. Deixe seu comentário para ampliarmos o tema. Para conferir todos os filmes e séries que Amy Adams participou, além de todos os detalhes sobre sua carreira, clique aqui e confira todo seu trabalho no IMDB.


Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...

Deixe seu comentário: