Lista | 15 Documentários e séries documentais para assistir na Netflix

Assistir filmes é um hobby que nos leva a um outro universo, onde o impossível pode acontecer. No entanto, através dos documentários temos a oportunidade de conhecer histórias que poderiam até ser mentira se não fossem narradas e mostradas através de depoimentos e imagens reais. Há ainda quem prefira um bom doc ao invés de um longa-metragem mas isso é outra discussão. Confira essa lista com 15 documentários e séries documentais para assistir na Netflix:

The Keepers

The Keepers é uma série documental original da Netflix, sobre o assassinato não solucionado de  Cathy Cesnik, uma freira de Baltimore e os segredos terríveis que perduram por quase cinco décadas após a sua morte. A série começa retratando a história da irmã Cathy, que trabalhava como professora de um colégio católico e que desapareceu em 7 de novembro de 1969. Seu corpo foi encontrado cerca de dois meses depois, mas seu assassinato continua sem solução até hoje. A medida em que o documentário avança, com depoimentos de dezenas de amigos, parentes, jornalistas, oficiais do governo e cidadãos de Baltimore, a história vai se ampliando para além de um crime, envolvendo abuso sexual, pedofilia e uma série de acobertamentos por parte da igreja e da polícia, que irão causar revolta e incredulidade.

Os Capacetes Brancos

Este documentário original da Netflix ganhou o Oscar de Melhor Curta-Metragem em 2017. O filme segue um grupo de voluntários que em tese não defende nenhum lado, dedicando-se a salvar vidas no meio do caos que arrasa a Síria. Formado por pessoas que não possuem formação específica em resgate ou enfermagem, estima-se que a organização civil tenha salvo mais de 60 mil vidas e tenha tido 130 baixas. Número esses até a época em que o documentário foi produzido (2015). O nome do grupo se origina do acessório utilizado por eles durante os resgates. Leia a crítica.

The Wolfpack

Trancados pelo pai em um apartamento em Manhattan por 14 anos, os sete filhos da família Angulo cresceram longe da escola e aprenderam tudo que sabem sobre o mundo com os filmes a que assistiam em casa. Para passar o tempo, os irmãos ensaiavam e re­encenavam as cenas de seus filmes favoritos. Tudo mudou quando Mukunda, um dos irmãos, desrespeitou as regras do pai e decidiu andar pela vizinhança. Agora todos querem juntos explorar Manhattan e o mundo lá fora. Meio perturbador, meio inacreditável, parece um roteiro de Hollywood mas é real. Apenas assista.

Making a Murderer

Chega até ser um cliché a presença deste título na lista mas se trata de uma das melhores séries documentais feitas nos últimos anos. Série original da Netflix, Making a Murderer conta a história de Steven Avery que, após ter passado 18 anos preso por um crime que não cometeu, consegue a liberdade devido a um exame de DNA que prova sua inocência. O caso vira notícia e, quando está prestes a ganhar uma gigantesca indenização pelo Estado, Avery se torna o principal suspeito do assassinato da fotógrafa e jornalista Teresa Halbach. Ao longo dos episódios, a série prima por uma abordagem que acompanha a investigação, o julgamento e todas as contradições que permeiam o caso. Prepare o estômago porque é um soco atrás do outro.

Deep Web

Narrado por Keanu Reeves, ao contrário do que pode parecer o documentário não mantém o foco na sombria e misteriosa “internet profunda” e aborda a prisão e o julgamento do suposto criador da Silk Road, um site escondido na Deep Web, que movimentava milhões de dólares com a venda de produtos e serviços ilegais. Temas como libertarismo e o controle do governo trazem uma instigante reflexão acerca do tema.

Amy

Ainda adolescente, Amy Winehouse já demonstrava para a família o talento vocal que possuía. Aos 18 anos ela já fazia shows na Inglaterra e, com o tempo, passou a ganhar fama. O sucesso do álbum “Back to Black” a tornou uma celebridade mundial, mas também fez com que seus problemas com álcool e drogas aumentassem exponencialmente. Indicado não somente para fãs da cantora ou para aqueles que gostam de música. Amy é um retrato interessante do sobre a exposição midiática e as presas exercidas e um artista em ascensão. Vencedor do Oscar de melhor documentário em 2016.

Quem é JonBenét

Quem é JonBenét é um documentário original da Netflix e conforme a sinopse diz, uma análise estilizada do mais comentado caso de assassinato infantil nos EUA, a morte, até hoje não desvendada, da participante de inúmeros concursos de beleza mirim JonBenét Ramsey. Passados vinte anos de especulação da mídia e histeria coletiva que culpavam John e Patsy Ramsey pela morte da filha, Quem é JonBenét mescla cinema de ficção e não-ficção num mergulho no legado macabro desta pequena estrela. O documentário possui uma forma nada convencional e se você nunca ouviu falar deste caso, fica a dica para um outro documentário sobre as investigações do caso: The case of: JonBenét Ramsey.

Cartel Land

Este documentário mostra uma visão aprofundada de dois grupos paramilitares formados no México para combater o forte domínio dos cartéis de drogas. O mais interessante é que a imersão no mundo violento do tráfico é tão grande que a realidade se confunde com ficção. Mas é tudo real (e visceral), infelizmente.

A 13º Emenda

O título do extraordinário documentário de Ava DuVernay se refere à 13ª emenda à Constituição dos Estados Unidos, que afirma que “não haverá, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar sujeito a sua jurisdição, nem escravidão, nem trabalhos forçados, salvo como punição de um crime pelo qual o réu tenha sido devidamente condenado”. A progressão da segunda cláusula da emenda aos horrores da criminalização em massa e à crescente indústria penitenciária norte-americana é retratada por DuVernay com incrível lucidez neste documentário original da Netlix. Através de uma poderosa mistura de imagens de arquivo e testemunhos de uma variedade de ativistas, políticos, historiadores e ex-detentos e detentas, DuVernay cria um trabalho de extrema importância histórica, mostrando o impacto sofrido na vida dos afro-americanos.

The Propaganda Game

Documentário que mostra a manipulação da informação na Coreia do Norte pelos olhos de um espanhol, o único estrangeiro trabalhando para o governo local. No país extremamente fechado, tudo que entra e sai em nível de informação é extremamente controlado e você verá principalmente no depoimento das pessoas uma situação onde tudo parece ser encenado, sob risco de represália.

Cosmos

Série documental apresentada pelo astrofísico Neil deGrasse Tyson, Cosmos: Odisseia no Espaço aborda questões sobre o tempo e o espaço de maneira única e acessível ao público em geral. Envolvente, bem produzida e sensível, se você tem uma queda por assuntos filosóficos e científicos, a série irá te fisgar.

Five Came Back

Baseado no best-seller “Five Came Back: Uma História de Hollywood e da Segunda Guerra Mundial” de Mark Harris, Five Came Back é um documentário em três partes da Netflix, que conta a história de como Hollywood mudou a Segunda Guerra Mundial, e como a Segunda Guerra Mundial mudou Hollywood. Através das experiências dos lendários cineastas John Ford, William Wyler, John Huston, Frank Capra e George Stevens, que foram à guerra para servir seu país realizando registros históricos, o documentário irá contar a forma como o conflito influenciou o cinema, através da maneira que ele era retratado, a partir das experiências vividas no campo de batalha. Curte filmes de guerra? Então corre para assistir esse.

Life Itself

Roger Ebert foi um escritor e crítico de cinema, sendo um dos mais conceituados e peculiares em sua profissão. Este documentário mostra seus últimos meses de vida, ao lado de sua família, com seu espírito batalhador e seu bom humor, na luta contra um câncer que o impediu de falar. Ebert era um profissional que fez da paixão sua arte e a eternizou através de análises que ficam como legado. Material indispensável para os cinéfilos, sobretudo os que militam ou aspiram escrever críticas.

Hot Girls Wanted

Este documentário expõe a realidade por dentro do mundo da indústria pornô amadora. Também é explorada a entrada de garotas com idade próxima aos 18 anos, algo muito frequente no meio, bem como suas motivações que muitas vezes vão além do dinheiro. Vale uma conferida.

Zeitgeist: The Movie

Gosta de uma boa teoria da conspiração e tem mente aberta? Então você vai gostar deste documentário que centra sua discussão em temas como governo, religião, instituições financeiras e poder por eles exercidos. O objetivo é estimular o senso crítico mesmo que haja algumas ideias bem viajantes. Portanto, vá com calma para não não elevar a paranóia.

Gostou da lista? Caso tenha alguma sugestão de documentário disponível na Netflix, deixe seu comentário e faça esta relação aumentar!


Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...