Game of Thrones | O que devemos esperar da 7º temporada

Já estamos a menos de uma semana da estreia da 7º temporada de Game of Thrones, na HBO. Enquanto uma das séries de maior sucesso desta década não retorna, a expectativa é grande para descobrir os desdobramentos que envolvem a vitória de Jon Snow na Batalha dos Bastardos e a consequente a retomada do norte, bem como a chegada de Daenerys Targaryen em Porto Real, que agora tem Cersei Lannister no comando.

Ainda no ano passado, circulou pela internet a suposta trama deste ano. Os produtores não confirmaram e tampouco negaram. Além disso, em 2015, os primeiros episódios da 5º temporada foram vazados. Diante do histórico recente, esta temporada tem sido mantida em sigilo. Em que pese imagens de bastidores que inevitavelmente acabam sendo obtidas nos sets de gravações,  todo um cuidado tem sido dispensado pela emissora. Prova disso é o fato de que a crítica especializada norte-americana, por exemplo, não terá acesso previamente a nenhum dos episódios desta 7º temporada.

Sendo assim, para nos situarmos com o que deveremos nos deparar neste ano e com base no que já sabemos de oficial, vamos nos preparar para o próximo domingo, imaginando um pouco do que esta por vir:

Uma temporada grandiosa

Ao que tudo indica, teremos uma temporada grandiosa em todos os sentidos. Não é a toa que a mesma demorou mais tempo que o habitual para ser produzida, aumentando o hiato de exibição. Ao invés dos dez costumeiros episódios (não teremos o épico episódio 9 desta vez), este ano o número será menor, em um total de sete. Porém, teremos os episódios com maior tempo de duração de toda a série, com o último estimado para ter 1 hora e 21 minutos. Ao todo serão 7 horas e 20 minutos de Game of Thrones.

Além disso, deverão ser frequentes batalhas em larga escala, sobretudo pelo fato da introdução mais efetiva dos White Walkers e a vinda Daenerys (e seu estupidamente enorme Drogon) para Westeros. Com tanta coisa acontecendo e personagens que ainda não interagiram se encontrando, deveremos atingir o ápice no penúltimo ano da série, com a expectativa de muita ação.

Créditos: Entertainement Weekly

Encontros e reencontros

Desde sua partida no fim da primeira temporada, Arya Stark trilhou muitos caminhos e atravessou o continente. Somente agora ela está retornando a Winterfell e a fica a expectativa pelo seu reencontro com Jon e Sansa. Além disso, Bran, de posse das informações sobre o irmão bastardo, também poderá se juntar aos Starks remanescentes. A reunião da casa cujo lobo é o símbolo maior é um das mais aguardados momentos, que poderão acontecer neste sétimo ano.

Em Porto Real, outros irmãos deverão se reencontrar, mas de uma forma nada amistosa. Depois de assassinar o pai e fugir,Tyrion retornará à capital como Mão de Daenerys para reencontrar Cersei, onde certamente não é bem vindo. A tensão entre os Lannister não para por ai: após saber da destruição do grande Septo de Baelor, Jaime não deverá apoiar totalmente as ações da irmã. Começaremos a descobrir isso no próximo domingo.

Créditos: Helen Sloan/HBO

Um conflito inadiável

Durante toda a sexta temporada, desde a ressurreição de Jon Snow, alimentou-se uma expectativa enorme que culminou na épica Batalha dos Bastardos. Agora, o conflito da vez será entre Daenerys Targaryen e Cersei Lannister. Iremos esperar menos para esta batalha, é bom que se diga, pois ela é iminente. No primeiro episódio, conforme a sinopse divulgada, a Mãe dos Dragões irá para Pedra de Dragão planejar sua conquista, enquanto a agora Rainha tentará de alguma forma igualar forças contra o enorme exército que veio para o sul.

Créditos: Helen Sloan/HBO

Novos e antigos vilões

Um dos personagens mais astutos em Game of Thrones, Mindinho agora encontra-se em uma posição confortável. Responsável pela tropa que decidiu a batalha dos bastardos em favor dos Satrks, nada é de graça para ele. Tornar-se o senhor de Winterfell e exercer o domínio sobre o Ninho da Águia são objetivos mais do que declarados do nada confiável Peter Baelish. Um ele já conseguiu. O outro dependerá muito da postura de Sansa.

Introduzido durante a sexta temporada, Euron Greyjoy apareceu pouco mas tomou as Ilhas de Ferro, matou o irmão e faria o mesmo com  sobrinhos, não fosse a fuga de Yara e Theon Greyjoy, reunindo uma considerável frota. Isto, é claro, não vai ficar barato e deveremos ver os desdobramentos desse embate familiar ou possíveis alianças.

Créditos: Helen Sloan/HBO

A verdadeira ameaça

Desde o início, Game of Thrones assumiu-se como uma trama de elementos fantásticos, apoiados em pormenores de bastidores que envolviam jogos políticos e brigas pelo poder. No entanto, a grande e real ameaça ainda não foi vista em sua plenitude. Agora que o Rei da Noite está chegando, a verdadeira guerra irá começar. Poucos personagens como Jon Snow, Bran Stark, Tormund e Samwell Tarly sabem e tem noção deste verdadeiro perigo. Que, enfim, comece a real e assustadora guerra.

Confira o trailer da sétima temporada:

Sinopses liberadas da 7º temporada:

7×01 –  Dragonstone:

Jon (Kit Harington) organiza a defesa do Norte. Cersei (Lena Headey) tenta igualar as chances. Daenerys (Emilia Clarke) vai para casa.

7×02 –  Stormborn:

Daenerys (Emilia Clarke) recebe uma visita inesperada. Jon (Kit Harington) enfrenta uma revolta. Tyrion (Peter Dinklage) planeja a conquista de Westeros.

7×03 – The Queen’s Justice:

Daenerys (Emilia Clarke) é centro das atenções. Cersei (Lena Headey) devolve um presente. Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) aprende com seus erros.

Veja as imagens liberadas da 7º temporada:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Clique aqui e curta a página da Quarta Parede no Facebook!

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...

Deixe seu comentário: