Cinema | Filmes em cartaz: estreias da semana – 8 de Junho

Nesta segunda semana do mês de Junho, mais um blockbuster chega aos cinemas brasileiros. Trata-se de A Múmia, em uma nova versão estrelada por Tom Cruise. Ainda tem cinema brasileiro, argentino e a estreia de Eleanor Coppola como diretora, aos 81 anos, em Paris Pode Esperar. Confira as sinopses e os trailers dos filmes que entram em cartaz e as estreias da semana em 8 de Junho, nos cinemas brasileiros.

A MÚMIA
The Mummy, Alex Kurtzman, EUA – 2017
Ação/Aventura – 110 Min.

Embora esteja sepultada em segurança em uma cripta abaixo do deserto, uma antiga princesa (Sofia Boutella, de Kingsman: O Serviço Secreto e Star Trek: Sem Fronteiras), cujo destino foi injustamente tirado dela, é despertada nos dias atuais, trazendo com ela sua malevolência e terrores que desafiam a compreensão humana. Das deslumbrantes areias do Oriente Médio até labirintos escondidos sob a Londres de hoje. A Múmia traz uma intensidade surpreendente e equilíbrio de maravilhas e emoções em um novo imaginário que introduz um novo mundo de deuses e monstros.

ANIMAL POLÍTICO
Tião, Brasil – 2016
Drama – 76 Min.

Sentindo um vazio existencial profundo, uma vaca resolve deixar o conforto da sua vida de classe média e vagar em busca de iluminação, em busca do seu verdadeiro eu.

CAFÉ, UM DEDO DE PROSA
Maurício Squarisi , Brasil – 2017
Animação – 72 Min.

O filme parte do encontro de dois amigos em uma cafeteria. Apaixonados pela bebida, eles travam um bate-papo informal e descontraído sobre a história do café. Acompanhando esse diálogo, o público vai descobrindo muitas curiosidades sobre a bebida mais popular do país, sua importância histórica e influência na economia, política e até na cultura brasileira.

FILHOS DE BACH
Bach in Brazil, Ansgar Ahlers, Brasil/Alemanha – 2016
Comédia/Drama – 90 min.

Marten é um metódico professor de música na Alemanha que, logo após se aposentar, vê sua vida mudar ao receber a notícia (totalmente inesperada) de que herdou uma partitura original do filho de Johann Sebastian Bach. Só que a partitura está no Brasil, mais precisamente na cidade barroca de Ouro Preto, e Marten precisa viajar até lá para receber sua herança. Mas o Brasil não é para amadores: o músico alemão, acostumado à frieza e rigidez de sua terra natal, vaga pela cidade. Circunstâncias inesperadas, incluindo o sumiço da partitura, fazem Marten prolongar sua estadia em Ouro Preto. Uma sequência de imprevistos leva o professor a dar aulas de música para meninos de uma instituição. Os instrumentos de percussão e corda brasileiros se misturam perfeitamente a melodia de Bach: e o grupo de jovens músicos se torna um grande sucesso e é convidado a se apresentar num Festival em Bückeburg, na Alemanha. Agora são os “Filhos de Bach” que terão que se adaptar aos costumes alemães.

KIKI – OS SEGREDOS DO DESEJO
Kiki, el amor se hace, Paco León, Espanha – 2016
Comédia/Romance – 102 Min.

Cinco histórias de amor e sexo se desenrolam ao longo de um quente verão em Madrid, quando os personagens descobrem fontes de prazer estranhas e incomuns com nomes impronunciáveis: Dacrifilia, Hifefilia, Somnofilia, Harpaxofilia… tabus são quebrados, um a um, conforme nossos casais excitados se envolvem em uma emocionante libertação onde nenhum prazer é negado, seja qual for a sua forma.

NEVE NEGRA
Nieve Negra, Martin Hodara, Argentina/Espanha – 2017
Drama/Suspense – 90 Min.

Acusado de matar seu irmão durante a adolescência, Salvador (Ricardo Darín) vive isolado do mundo no meio da Patagônia. Depois de várias décadas sem ter contato com seu irmão Marcos (Leonardo Sbaraglia) e sua cunhada Laura (Laia Costa), o casal vai ao encontro de Salvador para convencê-lo a vender as terras que compartilham devido a uma herança. Neste local isolado e inacessível, o duelo entre os papéis de vítima e assassino voltam à tona.

NUNCA ME SONHARAM
Cacau Rhoden, Brasil, 2017
Documentário – 90 Min.

Os desafios do presente, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, ‘Nunca me sonharam’ reflete sobre o valor da educação.

PARIS PODE ESPERAR
Bonjour Anne, Eleanor Coppola, EUA – 2016
Comédia/Drama – 92 Min.

O trabalho de estreia de Eleanor Coppola de direção e roteiro é estrelada pela indicada ao Oscar Diane Lane, como uma esposa de um produtor de Hollywood que inesperadamente faz uma viagem pela França, o que reaviva sua autoestima e sua alegria de viver. Anne (Lane) está em uma encruzilhada em sua vida. Casada há muito tempo com um bem-sucedido, porém ausente produtor de cinema (Alec Baldwin), ela se vê em uma viagem de carro entre Cannes e Paris com um sócio de seu marido (Arnaud Viard). O que deveria ser uma viagem de sete horas, se torna em uma jornada de descoberta, incluindo vistas pitorescas, ótima gastronomia e vinhos, humor, sabedoria e muito mais.

Quer ser informado de novos posts? Clique aqui e curta a página Quarta Parede no Facebook ou inscreva-se por e-mail.

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...

Deixe seu comentário: