Narcos | A última temporada de Pablo Escobar

A série Narcos da Netflix, dirigida pelo brasileiro José Padilha, retornará em 2 de Setembro para a sua segunda temporada e será a última com Wagner Moura interpretando Pablo Escobar.

A primeira temporada trouxe 10 episódios, contando a ascensão do Barão do tráfico na Colômbia, e na segunda, iremos acompanhar a caçada ao narcotraficante em fuga pelo país. A série recebeu indicação para o Globo de Ouro deste ano e fala sobre a propagação da cocaína nos Estados Unidos e na Europa, além do surgimento de Cartel de Medellín, criado por Pablo. Na cola dele estão dois agentes da DEA, Steve Murphy (Boyd Holbrook) e Javier Peña (Pedro Pascal).

Neste segundo ano, a narrativa irá cobrir um curto espaço de tempo (cerca de quinze meses), sendo o período que o chefão do tráfico ficou foragido. Isso não significa que a Netflix não irá produzir mais temporadas, focando em outros nomes expressivos do tráfico de drogas, mas ainda não há nada confirmado até o momento. No entanto, uma renovação é quase certa e apenas uma questão de tempo.

Recentemente, a querida gigante do streaming publicou em suas redes sociais um mega spoiler, com os seguintes dizeres: “Pablo Morre”. Não chega a ser nenhuma novidade, pois trata-se de um drama histórico, mas sem dúvida alguma foi uma ousada jogada de marketing da empresa. Além disso, em Junho, o ator Wagner Moura já havia participado de um talk show da Netflix e ao ser entrevistado pela apresentadora Chelsea Handler, entregou o que irá acontecer na temporada, começando com sua fuga e terminando no dia de sua morte. Na verdade, toda a jornada será o que iremos acompanhar de mais importante, com todos os desdobramentos da perseguição.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Trailers

Pelo último trailer divulgado, a caçada será bastante explorada, assim como vários elementos de ação, sendo uma temporada mais urgente pois o período em que Pablo foge da prisão e é morto é bem menor, se comparado ao que foi mostrado anteriormente (mais de quinze anos). Além disso, os agentes do DEA não serão os únicos na cola do Rei da Cocaína, e com isso também veremos como foi a atuação do Cartel de Cali e do governo colombiano.

Embora não retrate fielmente todos os acontecimentos relacionados aos fatos históricos, até mesmo pelo fato de ser uma adaptação, Narcos tem um ótimo elenco, o ritmo é bom e a direção segura de Padilha também agrada. Todos os elementos que chamaram atenção daqueles que não vivenciaram a época, como o realismo fantástico das histórias de Pablo também estarão presentes. Para quem não assistiu a primeira temporada ainda, é uma ótima indicação, e aqueles que aguardam desde o ano passado pelo desfecho da história terão a maratona do final de semana garantida.

Ficou animado para o retorno da série? A julgar pela primeira temporada, tem tudo para ser mais um ano bem sucedido.

*Atualizando: Se você já assistiu, confira a crítica da Segunda Temporada.

Siga as redes sociais do Quarta Parede, logo abaixo da área de comentários ou no menu à direita!

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...