Crítica | Mr. Robot 02×06: eps2.4_m4ster-s1ave.aes

Mais uma vez Sam Esmail surpreendeu e em eps2.4_m4ster-s1ave.aes, embora a trama do protagonista continue no escuro em Mr. Robot, após um breve vislumbre de avanço, entregou um inusitado episódio com o núcleo da Fsociety evoluindo, ao contrário do protagonista.

Mr-Robot-02x06-Alf

Causando uma estranheza tremenda, por quase vinte minutos Elliot se viu preso em uma siticom do início dos anos 90, com direito a todas as peculiaridades desse estilo de comédia: risadas de fundo, formato multi câmera, trilha sonora e até Alf. Sim, o eteimoso. Tudo foi cuidadosamente adaptado, até mesmo a abertura e os comerciais exibidos entre o primeiro e o segundo bloco. Certamente, apesar de situações que até arrancam risadas, logo bateu aquele incomodo, o mesmo que o protagonista sente.

Em determinado momento ele fala sobre ser o único que não estava maluco e isso, embora ele estivesse falando sério, soa como um deboche para a audiência. A decisão de tomar tanto tempo de tela com isso, embora tenha parecido um investimento de tempo acima dos limites, se justifica pelo fato de que Mr. Robot o fez na tentativa de proteção de Elliot.

Mr-Robot-02x06-Sitcom-family

O que se viu foi uma sequência recheada de um humor extremamente mórbido. Desde o assalto a loja de conveniência, passando por um Tyrell preso no banco de trás e Gideon atropelado por Alf (ele de novo). Através do Game Boy de Darlene, ele observou a surra que levava dos capangas de Ray e os olhos esbugalhados de Rami Malek também foram alvo de piada por parte de seu pai.

Por meio deste recurso e através de um escrachado sarcasmo, pudemos entender mais do passado da família pelo ponto de vista alucinado da mente de Elliot – ou o  Mr. Robot – como o abuso que Darlene sofria na infância quando sua mãe queima seu braço com um cigarro e lhe da tapas na cara, e ainda a forma como o câncer de Edward Alderson se manifestava. Todas essas informações, embora distorcidas, são fruto das lembranças do protagonista, que ainda projetou Angela como uma atendente que quer subir de cargo e que agora é um deles (E Corp). Uma linguagem ousada, inusitada e diferente de tudo que tem se apresentado atualmente, sem dúvidas.

Mr-Robot-02x06-Tyrell

Entretanto, a grande pergunta que devemos fazer a esta altura, já na metade da temporada, é se este início trás algo de novo para nós. Tyrell pode estar morto ou preso a esta altura? Nada que já não tenhamos desconfiado. A mãe de Darlene e Elliot era abusiva? Ok, já era de nosso conhecimento. Gideon foi morto injustamente mas foi mesmo necessário relembrar?

Ao mesmo tempo que foi uma sacada genial, já tivemos algumas boas sequências que envolvem a mente desajustada de Elliot, mas que não avançaram muito sua evolução na série. Se este devaneio viesse um pouco antes seria perfeito, mas soou como um recurso para uma narrativa que tem se tornado cansativa, após seis  episódios, no que diz respeito ao principal personagem. Talvez seja a intenção de Esmail melgulhá-lo em um inferno particular, quebrá-lo e assim aprimorá-lo.

Mr-Robot-02x06-Elliot-Hospital

O grande anseio da audiência de Mr. Robot é que Elliot volte ao centro da ação e não esteja preso somente em uma subtrama abstrata, à margem dos acontecimentos, embora Rami Malek esteja brilhando em muitos momentos, como no encontro com seu alter ego já no final, que naquele momento era na sua mente seu próprio pai. Outra cena muito boa, que se seguiu e encerrou o episódio foi o flashback envolvendo Edward e o pequeno Elliot, nos revelando o surgimento da loja.

Ainda nesse contexto, com relação a Ray, por mais que tenha negócios obscuros e sua atitude tenha se justificado pelo que já havia feito com o antigo administrador do site, esse status de gângster da Deep Web poderá se tornar igualmente cansativo, a não ser que haja uma resolução que não leve outra metade de temporada. Embora seja um personagem ambíguo e um dos mais interessantes da temporada, a falta de resolubilidade poderá cansar.

Mr-Robot-02x06-Elliot-Edward-Alderson

Angela tem se mostrado uma peça crucial na temporada, entretanto na forma de peão, sendo importante tanto nos planos de Philip Price quanto da Fsociety. Também deve-se destacar que desde o princípio, como no caso do cd infectado (daí ela ter reconhecido Cisco), ela tem sido a personagem que de certa forma vem movendo as peças. Se formos mais além, foi ela que  viabilizou a entrada de Elliot na Allsafe. Como a personagem tem se desenvolvido bastante, fica a expectativa pelo seu comportamento quando essa ficha cair.

Angela é quem avança a trama no episódio após um intensivão com Mobley e Darlene, com direito a uma ótima cena que remete a filmes de assalto ou com uma temática parecida. Sua entrada no FBI é estilosa, filmada com uma espécie de plano sequência a la Birdman e com alguns elementos de planejamento e execução que lembram 11 Homens e um Segredo. Uma sequência tensa e bem executada, com uma atuação bastante destacada de Portia Doubleday onde tudo tende ao fracasso mas acaba dando certo, que culmina com uma aparição repentina de DiPierro, que mais uma vez aparece em um cliffhanger no final. Veremos como ela se sairá com essa pedra no sapato.

Mr.-Robot-02x06-Angela

No episódio passado, o evento traumático envolvendo o tiroteio culminou em um afastamento por restrição médica de um mês mas Dom não parece estar afim de cumprir essa determinação. Grace Gummer tem tido boas atuações, sua cena com seu superior é interessantre mas seu melhor momento é um sutil e humano diálogo na loja de Ahmed, mostrando que os desdobramentos pós 09/05 trouxeram consequências devastadoras para aqueles que não eram o alvo dos ataques. Já é notório que a personagem de Grace Gummer ainda terá papel importantíssimo na temporada.

Mr-Robot-02x06-DiPierro

Duas personagens estiveram fora do episódio: Joanna e Whiterose. Philip Price teve apenas uma cena, com um enquadramento perfeito por sinal, algo que destoa do usual para os demais personagens. Por outro lado, Cisco apareceu brevemente mas em dois momentos importantes. Primeiro vimos ele sendo abusado com os chineses e sofrendo uma represália pelo Dark Army, por conta de sua sua atitude.

É bom lembrar que os aparelhos que Cisco estava viabilizando provavelmente vão servir os interesses do Exército das Sombras, mais adiante. Além disso, as máscaras que eles usam são as mesmas que Dom vê quando desembarca na China, perceberam? Outro momento importante é quando ele é reconhecido por Angela. O mais surpreendente foi ela ter conseguido lembrar.

Sobre os mistérios

Mr. Robot tem trazido uma linguagem que se diferencia e uma estética bem peculiar, por vezes contemplativa e num patamar diferente do que assistimos na televisão. Talvez a temporada pudesse ser considerada impecável não fosse o desenvolvimento lento de Elliot. Não se trata de ritmo, pois a série nunca esteve com o pé no acelerador, mas um avanço em alguns mistérios poderia elevar o status da série que mesmo assim, se mantem como um ponto fora da curva.

Siga as redes sociais do Quarta Parede, logo abaixo da área de comentários ou no menu à direita!

Léo Barreto

Carioca, apreciador de filmes e séries em tempo integral, quando o Bernardo (filho dele) deixa. Iniciou sua admiração pela sétima arte com os clássicos da sessão da tarde e se apaixonou pelo mundo das séries quando o Voo 815, da Oceanic, caiu misteriosamente em algum lugar no meio do nada...